Domingo, 6 de Abril de 2008

Bonus Roud: GTA IV Part Drei!



   Em plena contagem decrescente para a sua saída, o painel da BR dá uma volta pelo passado da franchise Grand Thef t Auto:

Fonte: GameTrailers

Shiryu       
Adeptus Musicalis: Bear McCreary - All Along The Watchtower

Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

ExGaD Hands On: Bully Scholarship Edition (Wii)



   Quando eu era muito novinho, um dos jogos que mais jogava no Spectrum era o Skool Daze (1985) e, eventualmente, a sua sequela superior: Back to Skool. Olhando para Bully, assumo que o pessoal da Rockstar (ex DMA Designs) fazia o mesmo. Agarrando no motor e conceito do G.T.A. 3 e o resultado é... muito bom!



 

   Esta pérola passou-me ao lado quando foi originalmente lançado para a PS2, pois já andava entretido a dar voltinhas no F-Zero GX na GameCube e suportar duas consolas é algo impensável para o meu bolso. No entanto, lembro-me e bem da polémica gerada à volta deste jogo, sentido-me bastante triste pela hipócrisia das pessoas que criticavam o jogo... mas isso, quem sabe, é assunto para outra altura.

 

  Chegou-me então às mãos este "novo" Bully: Scholarship Edition. Como sempre, tenho algum cuidado com ports de jogos PS2 para a Wii, começa a ser complicado saber quais são pérolas e quais são apenas maneiras fáceis de gerar alguns €uros extra relançando jogos antigos com controlos por movimento.


 


   Abençoada Rockstar, que não cometeu esse erro. Para além de todo o conteúdo do original, a versão Wii conta com alguns extras gráficos, um ambiente sonoro mais diversificado (novas frases aleatórias bastante divertidas ditas pelos alunos), novas roupas, novos penteados e algumas novas missões. Presentes estão ainda minijogos para multijogador e algumas novas aulas (biologia, música, matemática e geografia) que tiram partido do Wiimote.

 

   Como é claro, o controlo foi também redesenhado para os comandos únicos da consola da Nintendo. Este factor faz ou quebra um jogo, e a Rockstar parece estar bem ciente disso. É simplesmente divinal andar ao murro com Wiimote e Nunchuck. De facto, penso que teria problemas em reverter ao controlo original de carregar num botão para fazer tais coisas. O mesmo se verifica para apontar a fisga ou fazer "wedgies".Tudo flui brilhantemente, para primeiro jogo na Wii, neste ponto a Rockstar está de parabéns.



 

   Quanto ao jogo, admito que não é para todos. Quando fui estudande sempre fui certinho e pouco estudioso, tendo mesmo assim notas bastante boas. Por causa disso, era constatemente alvo de "bullying", tendo talvez sido o pico máximo disso ter sido uma vez empurrado de umas escadas de onze degraus abaixo pela bestinha local, pois a rapariga de quem ele gostava, pelos vistos gostava de mim. Foi na segunda classe, por isso imaginem as nossas idades. Bully permite então realizar uma fantasia de muito boa gente: reviver a sua vida escolar! Mas se não querem reviver esse periodo da vossa vida (ou ainda estão nele) de certeza que não vos vai apelar muito.



 

   Mas desta vez, revivemos sem consequências da vida real. Ou seja, podem ser o quanto mauzinhos quiserem, o jogo permite muita liberdade neste aspecto, embora com uma história linear progressiva missão a missão, o que vão fazendo entre missões é da vossa iniciativa. Os gangs rivais do G.T.A. foram substituidos pelos grupos sociais do costume, sendo que quando agradam aos "jocks", vão concerteza chatear os "nerds" e vice versa. Por muito triste que seja admitir (e claro que nunca o faria na vida real), dar uns bananos nas miúdas parvas é também bastante satisfatório. Só eu sei quantas eu conheci que mereciam...



 

   Concluindo, Bully pode não ser perfeito, mas do ponto de vista videojogável, estamos perante tal como Scarface na Wii, a versão definitiva de um jogo, capaz de divertidamente entreter durante bastantes horas. Embora a versão da 360 tenha um novo motor e gráficos em alta resolução, os infelizes bugs que foram shipados na versão final e o controlo pelo clássico joypad não mo permitem recomendar tão vivamente como esta versão da Wii. Se perderam a versão original da PS2, considerem-no obrigatório.


+ Jogabilidade divertida.

+ Sentido de imersão a um mundo com pessoas.

+ História bastante boa.

+ Extras simpáticos.

+ Wiimote!

- Poucas novidades para quem tenha acabado o original.

- Versão 360 com bugs.


Gráficos:
Som:
Jogabilidade:
Uso de Wiimote:
Enredo:

Nota Final:


   Já agora, depois de ter sido levantado depois da queda escadas abaixo e levado para desinfectar os meus bracinhos e um joelho em estado miserável na enfermaria, quando cheguei à sala de aula, em plena aula, cheguei-me atrás da besta que me tinha atirado das escadas abaixo e atirei-lhe com a cadeira que estava mais à mão na cabeça. Em minha defesa, a cadeira era de plástico, fez muito barulho, ele chorou rios de lágrimas e baba tendo apenas ficado com um galo. Em minha defesa... nunca mais fui "bullyed" por ninguém enquanto andei naquela escola.


Distribuição Nacional: !?
Classificação Etária: +16 Anos
PVP: €!?



Shiryu       
Adeptus Musicalis: Ken Ishii - Future is What We Are
Estadus Psicologicus:

Segunda-feira, 17 de Março de 2008

ExGaD Arrivals 17-03-2008



   Chegaram hoje novos jogos ao lendário e mítico escritório da redação ExGAD:

         

         

   Se estão comprados, é porque são bons. Mas MESMO bons, não é aqueles jogos que se compra pa encher chouriços enquanto não sai um novo bom, são todos brilhantes cada um à sua maneira e, admito, perdi o Bully quando saiu na PS2 por isso vingo-me agora. Sim, o No More Heroes tem cinzas, mas é demasiado divertido para notar diferença enquanto se joga. O Fire Emblem é arte. O Soulstorm vem completar a minha collecção Dawn of War e vai-me manter ocupado até sair o Dawn of War 2.

   Enfelizmente, como estou em greve à espera que os meus estimados colegas façam pela vida, não prometo apresentar críticas depressa. Aliás, ainda tenho o Call of Duty 4 PC por fazer... esta vida de bloguista tá mesmo a dar cabo de mim... mas também não me deixam apagar o blog! Olha que caraças, hem?
 
Fonte: Shiryu & o seu bom gosto! A sério!

Shiryu      
Adeptus Musicalis: Liquid Vision - Do Not Attempt To Leave The Dance Floor
Estadus Psicologicus:

Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

GTA IV: O novo trailer!



   Chegado ao fim mais um countdown da Rockstar, a Internet anda a passo de caracól enquanto um novo trailer do Grand Theft Auto IV vem a público.
 


   Estou marabilhado! Podem já fazer download da versão HD da GameOver (Luxxx 24/7 powered). Só de relembrar que aquela cidade não é Nova Iorque, mas sim "uma cidade generalista da costa Este dos E.U.A.". Estátua da Liberdade? Não, não, "estátua generalista de uma cidade generalista da costa Este do E.U.A.", a RockStar não quer que o seu jogo inocente tenha nenhum paralelo com o mundo real.

Fonte: GameOver

Shiryu     
Adeptus Musicalis: Bear McCreary - Worthy of Survival
Estadus Psicologicus:

Adeptus

Adeptus Pesquisaris

 

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Recentis Postus

Bonus Roud: GTA IV Part D...

ExGaD Hands On: Bully Sch...

ExGaD Arrivals 17-03-2008

GTA IV: O novo trailer!

Adeptus Arquivus

Julho 2010

Junho 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

Adeptus Linkus

SAPO Blogs

subscrever feeds