Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

Super Shiryu Land: Problemas MAMEísticos...






   Mais uma viagem à mente perturbada do Shiryu. Alguém lhe acabe com a miséria e arranjem-lhe o número de telémovel da Jade Raymond para ver se o rapaz se orienta de vez e nos poupe aos Super Shiryu Land, pois já ninguém o atura.



   Problemas! Eu tenho problemas. Lá está, são pequenos problemas para o mundo em geral mas eu não sou o mundo em geral, logo os meu pequenos problemas tornam-se grandes em pequenos espaços de tempo.

   Tudo começou com o documentário "KING OF KONG" (já em DVD algures pelo mundo) no qual me senti compelido a jogar Donkey Kong, o original, a primeira criação de Miyamoto.



   Este senhor málvado é o Billy Mitchell. Como é óbvio, ele é o mau da fita (basta ver a pinta e o cabelinho, lição que se aprende a ver anime). Ele é o campeão actual do Donkey Kong, com uns fabulásticos 1.050.200 pontos, devidamente verificados por um árbitro do Twin Galaxies.

   Foi toda a desculpa que precisei para ir buscar o MAME e começar a jogar Donkey Kong em doses diárias. Só joguei algumas vezes ao original Arcade quando era chavalo e nunca (NUNCA!!!) tinha passado o nível 4 (primeiro nível dos elevadores).

  Felizmente (Infelizmente?) comecei a trabalhar, e isso deveria ter sido o suficiente para ganhar juízo... claro, isso é algo que nunca abundou por estes lados, por isso, e como não fumo ou bebo café, eu não faço ditas pausas que "the people" costuma fazer. Em vez disso, ligo o MAME e lá estou eu armado em Jumpman quando me apanho sem nada para fazer.

   Já chego ao nível 6 sem grande problemas. No entanto, perco muitas vezes devido ao teclado do meu portátil, que definitivamente não é o mais indicado para estas jogatanas e sejamos honestos, não iria durar mais do que uns dias comigo a jogar Robotron.

   Aqui estava o meu problema. A resolução?



   15 €uros, USB, 4 botões de disparo. Caído do céu, compacto e barato. Não só excelente para o MAME, mas quase obrigatório para jogar Amiga. Jogar Pacman agora tem outra graça. Enfim, uma preciosidade e mais um pequeno grande problema resolvido. Tem cuidado Billy Mitchel, qualquer dia é dia...

   Agora só tenho de arranjar solução para o novo pequeno problema: "Como levar isto para o local de trabalho e justificar o seu uso durante horas de expediente?"

   PS: Alguém tem o número de telefone da Jade Raymond? Não? E da Flilipa Brazona? Caraças, nunca mais me oriento...


Shiryu      
Estadus Psicologicus:
Adeptus Musicalis: Gelen Berh - Time Will Tell

Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Extordinarius Screenshotus 29/01/2008



   Billy Mitchel aprova este molho:

   O facto de ser o molho da marca que criou e representa é pura coincidência.


Shiryu      
Estadus Psicologicus:
Adeptus Musicalis: Bear McCreary - Battlestar Operatica

Adeptus

Adeptus Pesquisaris

 

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Recentis Postus

Super Shiryu Land: Proble...

Extordinarius Screenshotu...

Adeptus Arquivus

Julho 2010

Junho 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

Adeptus Linkus

SAPO Blogs

subscrever feeds